Julian Opie | 2015

Vista da exposição

Vista da exposição

Julian Opie, 1958, é um artista britânico contemporâneo que utiliza imagens computadorizadas. Nasceu em Londres e foi criado em Oxford. Uma vez que os seus estudos foram concluídos, ele retornou ao Chelsea College of Art em Londres e lá tornou-se professor. Sua obra, derivada em parte de Patrick Caulfield e Michael Craig-Martin, envolve a redução de fotografias (ou curtametragens) em reproduções figurativas (criadas utilizando um software de computador).

Em seu retrato, o rosto humano é caracterizado por contornos pretos com áreas planas de cor, e reduzido ao mínimo detalhe, de forma que um olho pode se tornar apenas o círculo preto, e às vezes a cabeça é representada por um círculo com um espaço onde estaria o pescoço. Opie tenta retratar a personalidade de alguém nos , mínimos detalhes possíveis.

Suas séries "Imagine you are" demonstraram como as atividades de dirigir, caminhar e escalar podem ser representadas por uma simples redução. Além disso, Opie usa esculturas e instalações de luz para apresentar itens da vida cotidiana. Julian Opie também implementa a tecnologia computadorizada ao cortar os contornos e formas coloridas, às vezes, em vinil, como em banners grandes de exposição na Tate Britain.

Opie é um ex-curador da galeria Tate e exibe nas galeria Lisson e Alan Cristea. Seu atelier ficam em Shoreditch, em Londres. Ele também foi o tema de um livro de Mary Horlock publicado pela Tate Publishing, como parte de sua série de artistas contemporâneos. 

--

25 de novembro a 23 de dezembro de 2015